5 passos simples para evitar não ser visto por potenciais clientes

Quem está dando seus primeiros passos no mercado costuma ter dificuldades para garantir que seu negócio seja visto por potenciais clientes.

A alta concorrência pode ser desestimulante para o novo advogado que deseja oferecer seus serviços, mas que se sente pequeno demais em meio a um ramo tão gigantesco. 

No entanto, nada é tão ruim quanto parece! Felizmente, existem várias estratégias que podem ser aplicadas agora mesmo no meio digital

Hoje vamos falar sobre como é possível aumentar a visibilidade do seu negócio entre potenciais clientes, com ações que você mesmo pode implementar! 

Separamos 5 dicas simples (90% delas são gratuitas 😱), e pasmem: muitos advogados ainda não estão usufruindo delas como deveriam! 

Essa é a sua oportunidade. Vamos lá?

1- Esteja presente no Google Meu Negócio

Ferramenta grátis do Google, o Google Meu Negócio permite que empresas e profissionais se cadastrem e disponibilizem diversas informações do seu negócio ao público. 

Dessa maneira, a pessoa que faz uma pesquisa por serviços relacionados ao que você oferece ou até mesmo que busca o seu nome, vai encontrar uma ficha completa com dados de contato, endereço e tudo mais. 

Essa, com certeza, também é uma ótima estratégia para você crescer na sua região, uma vez que os resultados de pesquisa são vinculados ao Google Maps, o famoso aplicativo de localização. 

Veja algumas das vantagens do Google Meu Negócio:

  • Nome, endereço, telefone e e-mail para fazer contato;
  • Horário de funcionamento;
  • Formas de pagamento;
  • Envio de mensagens (canal direto de comunicação com o público);
  • Vitrine de serviços oferecidos (ótimo para apresentar áreas de atuação);
  • Postagens de conteúdos e atualizações do negócio;
  • Espaço para avaliações do público;
  • Insights com as principais análises de desempenho que podem proporcionar maior conhecimento sobre os potenciais clientes.

Atenção: recentemente o Google informou que o Google Meu Negócio será descontinuado e os empreendedores poderão administrar seu cadastro diretamente no Google Maps ou na Pesquisa Google. 

Contudo, você não deve se preocupar! É apenas uma mudança de formato, bem comum entre os produtos Google.

Enquanto ela não acontece, ainda é possível cadastrar o seu negócio na plataforma atual. Para isso, utilize uma conta do gmail. 

A nossa dica é: crie uma nova conta do gmail somente para gerenciar o perfil do seu negócio nos produtos Google. Muitos profissionais vinculam seus e-mails pessoais e isso não é considerado uma boa prática. 

2- Utilize o WhatsApp Business

Hoje em dia o contato com potenciais clientes é feito prioritariamente via WhatsApp. Quase todo mundo tem o aplicativo instalado e prefere se comunicar por ele.

Nesse ponto em específico, muitos advogados pecam ao não utilizarem a versão comercial do app, o chamado WhatsApp Business.

Através da versão empresarial, dados como endereço, e-mail e site (se houver) podem ser cadastrados. 

Além de demonstrar mais profissionalismo, a ferramenta tem uma série de elementos que auxiliam o advogado na interação com clientes. Veja abaixo:

  • Mensagens automáticas, como saudação ou informações necessárias para o atendimento;
  • Etiquetas para categorizar conversas, gerando maior organização;
  • Catálogo de serviços, interessante para informar áreas de atuação;
  • Estatísticas de engajamento e alcance nas conversas com clientes.

3- Posicione-ne nas redes sociais

As pessoas passam vários momentos do dia consumindo conteúdo das redes sociais, razão mais que suficiente para você divulgar a sua prestação de serviços por lá.

Como na advocacia não é permitido fazer prospecção ativa devido às limitações do Código de Ética da OAB, a chave dessa estratégia é entregar conteúdos informativos! 

Verifique qual rede social faz mais sentido para o tipo de público que você deseja atingir, e comece a otimizar o seu perfil para as pessoas saberem mais sobre sua atuação jurídica. 

Se surgir dúvidas sobre o que falar, faça o seguinte raciocínio: quais são as principais dúvidas das pessoas sobre determinada área? 

Por exemplo, se você é um advogado trabalhista, pode falar mais sobre verbas rescisórias, aviso prévio e demais direitos dos trabalhadores. 

Dessa forma, o público começa a enxergar o seu perfil como uma autoridade no assunto. Explore vídeos curtos, publicações em texto e tudo mais que a rede social proporcionar. 

Dica de leitura obrigatória: 7 dicas para advogados nas redes sociais.

4- Peça indicações

Não tem jeito, usar indicações como estratégia de aquisição de clientes para o seu negócio ainda pode e deve ser feito! Nada melhor do que o famoso boca a boca para que mais pessoas conheçam os seus serviços. 

Por isso, não deixe de pedir indicações para os clientes que você já atendeu (e que se sentiram satisfeitos com sua atuação). 

Se até grandes e consolidados escritórios de advocacia trabalham com programas de indicação, porque é que você não poderia aproveitar essa tática simples e gratuita?

O posicionamento de um advogado no meio digital proporciona mais contatos com potenciais clientes.

5- Cadastre-se em uma plataforma jurídica com foco em divulgação

Até aqui falamos sobre várias ações gratuitas que podem fazer toda diferença no seu posicionamento digital e auxiliar na retenção de potenciais clientes. 

Uma outra estratégia super válida e que tem total foco na divulgação dos seus serviços, é se cadastrar em uma plataforma com essa finalidade.

E aqui, nós indicamos a MaxJus, ferramenta direcionada à advogados que desejam ter um espaço para se divulgar e ao público em geral que busca auxílio jurídico qualificado. 

Com a MaxJus, você pode:

👉🏽 Criar uma página de serviços com seus principais meios de contato;

👉🏽 Publicar artigos sobre sua área de atuação e demonstrar sua autoridade;

👉🏽 Publicar vídeos informativos para captar a atenção de potenciais clientes;

👉🏽 Compartilhar sua página nas redes sociais.

 Conheça já nossos planos de assinatura com descontos imperdíveis.

Dica extra: veja o que seus concorrentes estão fazendo! 

Não é errado verificar o que os concorrentes estão fazendo, tenha certeza de que eles também fazem isso. 

A ideia aqui é se inspirar nas boas práticas dos colegas da área e observar o que não fazer, em hipótese nenhuma. 

Abordagem usada nas redes sociais, conteúdos publicados no Google Meu Negócio, mensagens de automação e o tipo de atendimento que eles entregam ao cliente via WhatsApp (vale até fazer um cliente oculto), são itens a serem observados.

Essa ação faz parte do chamado benchmarking, processo incluso no planejamento estratégico que todo negócio deve fazer. 

A virada de chave é entender que não importa a experiência e tamanho da sua carreira, se você começa a implementar ações de nível estratégico hoje mesmo – como todas as dicas que mencionamos no texto – os resultados virão.

Daí, o caminho natural é: analisar o desempenho, seja bom ou ruim + otimizar o que puder + testar novamente. Um ciclo sem fim e cheio de aprendizados!

 

Gostou das nossas dicas? Se aprofunde na prospecção de clientes e veja quais são os melhores canais para advogados fazerem isso.

 

A prospecção de clientes é uma das atividades mais importantes no ramo da advocacia, afinal são os bons fechamentos de contratos que mantém a saúde do negócio.

Ainda que muitos profissionais não dominem técnicas para captação e geração de demandas, é fundamental entender quais são os meios que podem gerar mais contatos para o advogado e definir estratégias assertivas para conduzir os potenciais clientes no funil de vendas. 

Você quer descobrir quais são os melhores canais de prospecção para oferecer suas soluções jurídicas? 

É isso que eu vou te contar durante todo nosso conteúdo, veja só:

  1. Tipos de prospecção 
  2. Melhores canais de prospecção para advogados
  3. Como melhorar sua prospecção de clientes
  4. A MaxJus pode ser uma ótima aliada nesse processo.

 

1. Tipos de prospecção 

Embora você seja um advogado que domine sua área de atuação, entenda que para prospectar clientes é necessário adquirir técnicas de vendas para desenvolver sua eficiência. 

Existem várias formas de fazer prospecção, mas é preciso escolher aquela que mais faz sentido para seu negócio. As mais conhecidas são:

  • Outbound;
  • Inbound;
  • Parcerias;
  • Indicação. 

Outbound

A prospecção outbound consiste na velha e conhecida técnica de abordar um potencial cliente sem que ele esteja esperando o seu contato. 

Geralmente essa técnica é realizada por meio de telefone ou presencialmente, e pode gerar muito esforço da pessoa que está buscando vender um produto ou serviço. 

Além desses meios de contato, as ações mais comuns de outbound são flyers, propagandas de TV e rádio e outdoors. 

No ramo da advocacia, a prospecção outbound não é recomendada (devido ao Código de Ética da OAB), ainda que não seja difícil encontrar profissionais que abordam potenciais clientes nos eventos, empresas e outros ambientes sociais. 

Inbound

Conhecido como marketing de atração, o inbound busca “encantar” o seu público por meio de ofertas. 

Assim, essa técnica auxilia o potencial cliente (que aqui chamamos de lead) na descoberta de sua dor, fazendo com que ele inicie uma jornada que será finalizada com uma solicitação de contato. 

Percebe a diferença do Outbound para o Inbound? Enquanto o primeiro age como um interruptor que inicia o primeiro contato, o segundo busca atrair e fazer com que a outra parte inicie esse relacionamento. 

A principal estratégia do empreendedor que utiliza o Inbound é educar seu público-alvo por meio de conteúdos de nutrição, assim ele auxilia na descoberta do problema que seu produto ou serviço poderá resolver.

A oferta do inbound ocorre prioritariamente no meio digital, através de conteúdos em sites e blogs, ebooks, vídeos, landing pages, e-mail marketing, etc. 

Parcerias

As parcerias são bastante comuns no meio jurídico. Aqui, quem faz a prospecção é um parceiro estratégico.

Esse modelo funciona bem para escritórios e sociedade de advogados. Profissionais autônomos podem sentir mais dificuldade de lucrar com a prospecção realizada por parceiros.

Indicações

O famoso “boca a boca” é muito vantajoso para o advogado que já possui uma carteira considerável de clientes.

Essas pessoas acabam se tornando vendedores do seu negócio, indicando seus serviços para amigos e familiares que buscam ajuda especializada. 

Para iniciar a prospecção por indicação, basta estabelecer um jeito de pedir novos contatos para seus clientes. Essa ação pode ser feita com formulários e mensagens via WhatsApp. 

Há também a possibilidade de pensar em incentivos, como programas de indicação, por exemplo. 

 

2. Melhores canais de prospecção para advogados

Sites

Ter um site que especifique quais são suas áreas de atuação, presença de depoimentos de clientes e meios de contato para as pessoas que queiram falar com você, sem dúvidas é um ótimo canal de prospecção. 

Blogs

O blog se assemelha a ideia do site, a diferença é que esse tipo de página geralmente é destinada para publicação de artigos e conteúdos mais extensos, que podem servir para uma estratégia de Inbound. 

E-mail marketing

O advogado que inicia sua base de contatos pode e DEVE pensar em estratégias de e-mail marketing. Aqui o interessante é que a personalização e interação auxiliam no relacionamento com esse cliente ou potencial cliente. 

Assim, se você já fechou um contrato anterior com a pessoa e continua disparando mensagens via e-mail marketing para ela, as chances dela se interessar novamente pelos seus serviços será muito maior. 

Anúncios e links patrocinados

A recente alteração no Código de Ética da OAB permitiu a utilização de anúncios em redes sociais e links patrocinados no Google para os advogados. 

Essa permissão é muito significativa, pois é fato que o impulsionamento pode aumentar a prospecção de clientes para o profissional do direito que atua no digital.

Plataformas de assinatura

Por último mas não menos importante, as plataformas de assinatura são uma ótima possibilidade para o advogado que ainda não dispõe de investimentos para iniciar seu próprio site ou blog.

Ao criar uma página de serviços em ferramentas como a MaxJus, o profissional pode utilizar o espaço para se apresentar ao mercado e fazer sua prospecção de potenciais clientes. 

 

3. Como melhorar sua prospecção de clientes

Independentemente dos canais de prospecção que você vier a escolher para iniciar sua busca por leads, segue algumas dicas para você otimizar esse procedimento e perceber melhores resultados a curto prazo:

  • Defina qual é o seu público-alvo ideal e evite desperdiçar tempo e dinheiro com quem você não quer atingir;
  • Organize os leads que chegarem e que serão contatados por você (um bom CRM pode auxiliar);
  • Estabeleça critérios para qualificar os leads e priorize sua atenção para quem tem mais possibilidade de fechar com você;
  • Defina a forma que fará contato com essas pessoas (telefone, WhatsApp, Telegram, e-mail, etc).

 

4. A MaxJus pode ser uma ótima aliada nesse processo

Ao fazer o cadastro na plataforma da MaxJus, o advogado tem ao seu dispor uma página de serviços que pode ser personalizada com uma foto de capa e perfil, além de deixar todos os seus meios de contato como telefone, e-mail e redes sociais.

Como o marketing de conteúdo é uma das técnicas mais indicadas para o mercado da advocacia, quem utiliza a MaxJus dispõe de um espaço para fazer publicações ilimitadas de artigos, notícias e até vídeos sobre temas que podem despertar o interesse dos clientes. 

Já para o cidadão que deseja contratar um profissional, a plataforma disponibiliza filtros personalizados por região e especialidade, o que possibilita conexões assertivas. 

Nós unimos demandas e soluções! Se você deseja desenvolver ainda mais seu contato com o público, não deixe de conferir os planos que disponibilizamos e suas inúmeras vantagens!